baby consuelo
Aos dezessete anos, Baby Consuelo decidiu que seria cantora. Deixou a família em Niterói e partiu para a Bahia; ao lado de Os Novos Baianos. “Foi uma surpresa aos meus pais e o maior barato: o que já curti de lá, até agora, é uma verdadeira loucura.” Na Maternidade São Luiz, Baby Consuelo está contando um pouco de sua vida e de sua carreira quando é interrompida pela sua nova alegria: um bebê, nascido na última segunda-feira pelo método Nascer Sorrindo, de Frédérick Leboyer. É a segunda filha de Baby Consuelo, “A primeira é a Riroca, que já está com dois anos de idade.” Quando vê a filha, ela fica feliz, abre um sorriso e começa a contar sobre o método de nascer sorrindo. “Foi a coisa mais maravilhosa que já aconteceu na minha vida. Eu sempre quis que o meu segundo filho nascesse assim, sorrindo.” Entusiasmada, ela continua: “A menina nasceu no quarto, a meia luz, na maior tranquilidade. Eu assisti a todo o parto, com a criança ficando algum tempo deitada sob a minha barriga até o cordão umbilical parar de bater. Depois de um banho, ao meu lado, com a temperatura de 37 graus, ela já estava no meu colo.” Baby, agora, dá uma risada: “Acho que sou mesmo uma fábrica de mulheres. Mas, tudo bem.” O médico que fez o parto é o dr.Claudio Basbaun, o único que adota o método de Leboyer em São Paulo. Embora a sua filha tenha acabado de nascer, a cantora tem planos: uma viagem ao Peru e divulgar o novo disco dos Novos Baianos, ao lado de Pepeu, o seu marido. “Eu quero ter forças pra cantar e viver por muito tempo.”

Nelson Rubens

Compartilhe

Facebooktwittergoogle_plusmailFacebooktwittergoogle_plusmail

Temas